Números do setor de Agronegócio

40% de participação

na produção global de alimentos até 2050

266% aumento

na produção das principais safras em 40 anos

301,8 milhões

de toneladas de grãos até 2027/2028

Apenas 30,2%

do território é utilizado para agricultura

21,1%

do PIB brasileiro (2018)

Agronegócio no Brasil

Com uma agricultura moderna, eficiente, sustentável e competitiva, o Brasil tornou-se um dos maiores produtores e exportadores agrícolas do mundo nas últimas duas décadas. Ganhos de produtividade, eficiência na gestão, pesquisa, inovação e desenvolvimento tecnológico revolucionaram o setor nacional do agronegócio. A produção agropecuária brasileira tem apresentado crescimento constante nas últimas décadas, devido ao uso intensivo de tecnologia em maquinário, equipamentos e melhoramento genético. Esses fatores aumentaram a produtividade das fazendas, principalmente de commodities.

null

O Brasil tem um meio ambiente adequado e condições para aumentar sua produção de alimentos, combinando 12% das reservas mundiais de água doce com uma das maiores áreas de terras agricultáveis ​​do mundo. A produção agrícola é baseada em práticas de conservação e no uso racional dos recursos. A vegetação nativa representa 66,3% do território. O país está em vias de assumir um papel ainda mais importante no comércio agrícola global. A FAO e a OCDE classificam o Brasil como o segundo maior fornecedor global de alimentos e produtos agrícolas, no caminho para se tornar o principal fornecedor no atendimento à crescente demanda global, principalmente proveniente da Ásia.

Alguns fatos sobre o setor agropecuário brasileiro

  • A produção da principal safra brasileira aumentou 266% em 40 anos, incluindo um crescimento de 254% na produção de cereais com uma ampliação de apenas 33% na área plantada.
  • 2% do território brasileiro é destinado à agricultura (9% para lavouras e florestas plantadas; 21,2% para pastagens)
  • Em 2018, o setor do agronegócio foi responsável por 21,1% do PIB brasileiro
  • A agricultura responde por 9,2% da força de trabalho total (8,4 milhões de trabalhadores).
  • Em 2010, o governo federal lançou o ‘Plano ABC’ para a consolidação de uma economia de baixa emissão de carbono na agricultura brasileira, ao mesmo tempo em que promove o crescimento econômico do setor.
  • Desde 2010, mais de R$ 17 bilhões (US$ 4,6 bilhões) foram investidos por meio da linha de financiamento do Plano ABC

Previsões para o setor agropecuário brasileiro

  • No biênio 2027/2028 o Brasil deve produzir 301,8 milhões de toneladas de grãos, ante 248,3 milhões de toneladas produzidas em 2018/2019
  • O Brasil deverá contribuir com 40% da produção mundial anual de alimentos até 2050
  • Brasil deverá ser responsável por mais de 45% das exportações globais de açúcar
  • O Brasil deve se tornar o líder mundial em carne bovina e aves, representando 18% e 36% das exportações globais, respectivamente.
  • O governo brasileiro pretende reduzir as emissões de CO2 equivalente entre 1,17 bilhão e 1,26 bilhão de toneladas nos próximos anos.

Agronegócio Brasileiro entre os Gigantes do Setor

De acordo com o ranking da revista Exame, entre as 20 maiores empresas que atuam no Brasil, por receita líquida, quatro atuam no setor do agronegócio. O setor também é extremamente relevante para a força de trabalho brasileira, empregando 12,8% dos trabalhadores brasileiros em 2019.

O Brasil tem um setor agropecuário muito dinâmico que abrange tanto grandes propriedades como a agricultura familiar, que tem um papel estratégico dentro do modelo agrícola brasileiro. De acordo com a Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo, havia 4,4 milhões de propriedades agrícolas familiares no Brasil em 2017 - cerca de 84,4% de todas as propriedades agrícolas do país. No entanto, grandes grupos internacionais, como ADM, Agrium, Bunge, Cargill, Louis Dreyfus, Syngenta, COFCO e Bayer, entre outros, também têm uma base sólida no Brasil.

Incentivos Governamentais

O governo brasileiro, por meio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, possui diversos programas de incentivo à agricultura e pecuária, de linhas de crédito até a disseminação das melhores práticas e procedimentos. Alguns desses incentivos são:

  • O Plano Safra é o financiamento do Governo Federal para a safra 2019/2020 que disponibilizará R$ 222,74 bilhões (US$ 60,9 bilhões) com taxas de juros controladas para facilitar a tomada de empréstimo.
  • O Pronamp é um programa governamental que visa apoiar o produtor de médio porte que contará com um total de R$ 23,8 bilhões (US$ 6,5 bilhões) na safra 2019/2020 para investimentos, custeio e comercialização.
  • O Inovagro é um programa de inovação tecnológica que receberá R$ 1,5 bilhão (US$ 410,4 milhões) em recursos.

null

Investimentos no Setor Agropecuário e a Pandemia da Covid-19.

Investimentos no Setor Agropecuário e a Pandemia da Covid-19.

Débora Hanna, analista de investimentos da Apex-Brasil, fala sobre como o setor do agronegócio no Brasil se mantém na vanguarda global durante a crise da pandemia. (apenas em inglês)

Podemos ajudar?

Podemos ajudar?

Fale conosco e receba informações customizadas para o seu negócio.

Débora Lima
Fale com Débora Lima
Analista de Investimentos

null

A Apex-Brasil tem estabelecido parcerias com toda a cadeia do agronegócio para incentivar os investidores a investir no Brasil